segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Quinta da Barra

Nome: Camping Clube Quinta da Barra
Local: Teresópolis - Rio de Janeiro

Parte da área dos traillers


Estivemos neste Camping no fim de semana dos dias 16 e 17 de agosto. O motivo, além de conhecermos o local, foi a realização da Festa Agostina.

Saímos de Juiz de Fora, onde moramos, no meio da tarde e percorremos os 144 km que nos separavam do camping com total tranqüilidade na estrada. Primeiro, a Br 040 (100 km) e, depois, a  Br 465. O trecho Itaipava-Teresopolis é feito em pista simples, bastante sinuosa, recompensada pelo visual das montanhas.

A temperatura de chegada estava em 17° e permaneceu durante a noite. Chegamos por volta das 16h40, fizemos um pequeno cadastro na portaria e identificamos o local onde montaríamos nossa barraca. Nos apressamos um pouco pois queríamos conhecer a extensão do camping antes de escurecer.

Notamos que são diversas áreas voltadas aos adeptos do trailler e motorhome. Alguns já com suas rodas quadradas e infra de chalézinho possibilitada pela inclusão de varandas a avancês em alvenaria. Ficamos de certa forma surpresos, pois aqui, em nossa região, não existem estruturas para motorhomes desta forma. Parece ser algo bem comum, mas para nós foi novidade. Famílias inteiras passam o fim de semana desta forma, através do pagamento de mensalidades para utilização do camping.

Conjunto de traillers


Como a noite se aproximava, nos arrumamos para o Arraiá. O frio era mediano e o povo estava animado. Uma fogueira foi acesa e uma bandinha tocava músicas propícias para o momento. O passe para a parte gastronômica era feito através da compra de um kit de 30 "estalecas". Havia todo o tipo de comida junina, milho verde, Churrasquinho, cachorro-quente, bebidas, doces e caldos. À parte, brincadeiras para a criançada.


Palco e parte da área da festa

Barraquinhas

Achamos legal o sorteio de uma tv e um lampião. Sentimos falta de quadrilha e bingo. Mas valeu a iniciativa.
Frio e festa!

A festa foi diminuindo o ritmo e fomos dormir. Não sentimos muito frio, a temperatura parece ter ficado nos 13° quando deitamos. Só acordamos pela manhã mesmo.

Pela manhã, como não levamos nossos equipamentos, saímos do camping para tomarmos um café em uma padaria perto. Demos uma volta na cidade, seguimos até o mirante do Dedo de Deus. Voltamos ao camping e desmontamos nosso acampamento.

Vista para o Dedo de Deus
 
Sobre a infra do camping, podemos colocar que está entre os melhores que já ficamos. A área é extensa. Existe uma divisão de local para que está nos trailers e quem está acampado. Eram 5 barracas no momento que estivemos lá.

Acampamos perto de um ponto de energia, próximos aos banheiros e uma área de churrasqueira. A grama estava aparada e os banheiros relativamente limpos. Obs: banheiro é um ponto a ser analisado por mim, mulher. Senti a falta de papel higiênico e alguns cuidados na parte dos sanitários. Odor de urina forte. O chuveiro, a gás, funcionou.

Nas áreas comuns, o camping disponibiliza quadra, playground, piscina, sauna e restaurante, o qual não utilizamos.

Piscina semi-olímpica
 
Recomendamos aos interessados em conhecer um camping clube com uma área verde ampla e conservada.

3 comentários:

  1. Muito bacana o relato, quero muito conhecer esse camping!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Beta! O camping está pertinho de vocês!! Abraços!

    ResponderExcluir