sexta-feira, 4 de novembro de 2016

De volta ao Camping Barragen´s

A caminho de Mauá

A região de Visconde de Mauá sempre nos trouxe boas recordações. Por isso, não hesitamos em escolher o Camping Barragen´s. No Carnaval de 2015 estivemos lá e em 2016 resolvemos voltar. O Camping é relativamente perto de nossa cidade (190 km) e a viagem transcorreu super tranquila. No entanto, o que deixou a desejar, mais uma vez, é o trechinho de estrada de terra entre Liberdade (MG) e Maua. Muitos buracos. Trecho vencido, chegamos ao camping e fomos calorosamente recebidos pelo Rony e pela Marina. Casal muito especial e agradável.


Carro carregado e chegada à Mauá via MG

Rony sempre muito receptivo


Hora de montarmos a barraca. Mas....a chuva chegou e sorte que havíamos levantado a primeira parte da estrutura. Como era verão, logo passou e abriu um solzinho. Terminamos a montagem e fomos dar uma volta pelo centrinho de Maringá que é um charme à parte. 

Arpenaz 4.1 da Quecha

 No dia seguinte, preparamos nosso cafezao de hotel, demos um tempinho pelo camping e iniciamos os trabalhos churrasquísticos. Logo que a carne foi para a churrasqueira, nossos companheiros de 4 patas vieram nos fazer companhia! rs


Bob e nosso cafézão 

Em seguida, nossos amigos que conhecemos no camping ano passado, Patrícia e André Parente chegaram com o Renatinho e fomos papear. Também conhecemos a Roberta e o Marcos, do Rio, com a gracinha da Luiza. No fim da tarde, mais uma vez, a chuva veio dar o ar da graça.

Pablo ajudando na montagem da 6.2


Nossos amigos campistas

Uma distração na hora da chuva


Estar em Mauá, significa conhecer a fundo a região. Já estivemos lá várias vezes e ainda falta muiiiito. Desta vez, alugamos uma moto e exploramos um pouquinho mais a região e voltamos aos locais que consideramos bacanas.


Rolê de moto pelos vilarejos


 Ao retornarmos ao Camping fizemos um almoço coletivo com nossos amigos e meu esposo deu um de Master Chefe e criou uma pasta alla camping fresquinha, ao vivo!!! Surpreendeu a todos e chamou atenção de quem passava pela nossa "cozinha". Na manhã seguinte, hora de despedidas e a certeza de que Mauá merece ser visitada sempre.

Master Chefe Campista

Sobre o Camping em si notamos alguma melhorias: a cozinha passou a ser comunitária. Os banheiros de alvenaria estavam limpos, na medida do possível. Não ficavam imundos. Os outros banheiros próximos da cozinha mereciam uma boa reforma. É o único ponto que me desagrada. Mas apesar de o camping estar cheio, havia limpeza.


Cozinha Comunitária


Existe uma área de convivência muito legal, com mesas e cadeiras. Boa opção para aquele bate papo e fazer novas amizades. A área de barracas é divididas em platôs e estava com a grama em dia.


Óia nóis no ano passado

Nenhum comentário:

Postar um comentário